Recuperação muscular por que ela é tão importante no treino

Recuperação muscular por que ela é tão importante no treino

Você sabia que a recuperação muscular é tão importante quanto o treino para o desenvolvimento da massa muscular? 

É isso mesmo que você leu. Esse é o grau de importância do repouso para o crescimento dos músculos. 

Mas o que faz essa “mágica” acontecer e por quais motivos a recuperação precisa ser adequada para alcançar bons resultados?

Basicamente, funciona da seguinte forma: depois de um treino intenso, voltado à hipertrofia, o organismo começa a reparar a musculatura, que é danificada durante o esforço. 

Depois da recuperação adequada, mais forte ela fica, mais ela suporta a intensidade do exercício, e assim segue. É nesse momento que o músculo cresce. E o treino pesado foi só um exemplo: o mesmo acontece com quem treina para emagrecer ou apenas para manter uma rotina sem sedentarismo. 

Além disso, a recuperação ideal ajuda a reduzir as dores decorrentes do treino, e de quebra protege contra lesões. 

Como cuidar da recuperação muscular após o treino?

Variar os treinos e grupos musculares trabalhados é uma das principais recomendações para dar a pausa necessária para o corpo. Essa periodização ajuda a evitar a perda de massa, que pode ser o efeito colateral resultante do estímulo em excesso. 

Intercalar atividades mais intensas com outras mais leves também é benéfico. Inclua a caminhada entre os treinos, por exemplo. 

Cuide da sua alimentação. Ela não só ajuda a controlar o peso e eliminar gorduras, como também é uma grande aliada na construção e recuperação muscular. Carboidratos e proteínas são indispensáveis – o primeiro, antes do treino; o segundo, depois. 

O carboidrato antes do treino mantém o corpo com energia, enquanto as proteínas – presentes inclusive nos suplementos para ganhar massa muscular – ingeridas após o treino restauram as fibras musculares e auxiliam na recuperação.  

Inclua alimentos com propriedades anti-inflamatórias no cardápio. Com propriedades cicatrizantes, eles auxiliam muito no processo. Entre eles estão o abacate, o azeite de oliva extravirgem, o chocolate amargo, a pimenta, a couve, o alho, o gengibre e o alecrim, entre outros. 

Beba muita água! Os músculos são constituídos, em sua maior parte, de água. Além disso, ela reduz a inflamação, a fadiga e auxilia muito no processo de recuperação. Pelo menos oito copos diários são necessários para manter o corpo bem hidratado. 

Durma muito bem. O descanso e o sono de qualidade são primordiais para o processo de construção muscular. É durante o sono que o corpo economiza energia e pode restaurar a musculatura. 

Além disso, enquanto você dorme, o corpo libera o chamado “hormônio do crescimento”, o GH. Esse hormônio é essencial para um série de processos metabólicos, e também para o ganho de massa. 

A recuperação muscular é parte essencial de um bom trabalho de ganho de massa magra e de hipertrofia muscular. Não pode ser deixada de lado ou vista com menos importância que os treinos, ok? 

 

Gostou das dicas? Compartilhe esse post, comente e assine nossa newsletter para ficar por dentro de todas as novidades da Evolution! 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *